O CONVITE DE DEUS E AS PROPOSTAS DE SATANÁS 

(Ex 8:1).

Introdução

 

  • § A vida é construída em cima das escolhas que nós fazemos.

 

  • § A caminhada cristã se resume:

1. No Egito que precisa ser deixado, renunciado.

2. Num deserto que precisa ser atravessado e vencido.

3. Numa Canaã que precisa ser alcançada e conquistada.

 

 

O convite de Deus é sempre muito claro.

 

“Coloco diante de vocês o caminho da vida e o caminho da morte, escolha a vida para que vivam”. (Dt 30:19). 

“Vinde a mim e a vossa alma viverá”. (Is 55:3).

 

  • § Deus faz um convite para nós e ao mesmo tempo ele dá uma ordem para Satanás.

 

  • § Para nós ele diz: “Vinde a Mim”…Para Satanás ele diz: “Deixa o meu povo ir”.

 

  • § Deus usou Moisés, os Profetas, Jesus e a Igreja…fazendo sempre o mesmo convite para nós e ao mesmo tempo uma Ordem para Satanás: ….

 

  • § Quando Deus nos dá uma ordem ou faz um pedido, Ele nunca altera essa ordem ou esse pedido.

 

  • § As respostas são diferentes e as consequências das respostas também são diferentes, mas o convite, a direção, é sempre o mesmo.

 

  • § Adão e Eva ouviram a sugestão de Satanás. Jesus permaneceu firme na vontade de Deus.

 

 

O chamado para libertação não exclui a pessoa de ser servo.

 

  • § Deus havia dado uma ordem para Moisés: “Que o seu povo fosse servi-lo no deserto”. (Ex 8:1).

 

  • § O estranho é que os israelitas já estavam servindo a Faraó, no Egito. (Ex 1:6-14).

 

  • § Não seria mais apropriado enviar um convite para que o povo fosse livre da escravidão?  Servir no deserto não é pior que servir no Egito?

 

  • § Esse é o perigo de receber o evangelho como uma proposta de solução dos problemas apenas.

 

  • § Evangelho é uma proposta de resgate. E muitas vezes a restauração de alguma coisa não começa de forma muito agradável.

 

  • § Não devemos confundir o ato de servir a Deus com a condição imposta de servo. Não confundir a função de servir e a posição de servo.

 

  • § Há duas razões porque servimos alguém. Pressão ou dívida.
  • § Ex. 21:1-6. O escravo poderia ficar na casa do seu senhor, se declarasse amor por ele. “Eu amo minha mulher, meus filhos e o meu senhor”. (5).

 

  • § Servir a Deus não significa simplesmente trabalhar para ele. Significa viver para ele. Prestar culto a Deus. Oferecer sacrifício para ele.  Ter a Deus como senhor da sua vida.

 

  • § A medida que nós servimos a Deus, somos também abençoados por Deus.

 

 

1ª Proposta: Servir neste lugar. (8:25).

 

  • § Uma das primeiras exigências que Deus faz, é que reconheçamos a necessidade de sair de onde estamos   “Todos estão separados de Deus”.

 

  • § E a proposta de satanás é que você pode servir a Deus, sem precisar mudar nada na sua vida.

 

  • § Sair, significa tirar o coração deste mundo, focar a vida nas coisas espirituais. Entender o quanto estamos longe de Deus.

 

  • § Nós nunca iremos desejar a liberdade, se não entendermos que somos escravos. Nós nunca iremos desejar a salvação, se não entendermos que estamos perdidos e condenados.

 

  • § Mudança é a característica do arrependimento, condição necessária para a salvação.

 

  • § O plano de Deus para nós, é mais do que melhorar a nossa vida. Ele pretende fazer algo novo. Ele deseja restaurar a nossa posição de filho.

 

  • § Deus quer tirar o nosso pensamento, nossa visão, desta terra. Satanás trabalha para nos prender aqui nesta terra. “Agrave-se o serviço sobre estes homens, para que se ocupem nele, e não confiem em palavras de mentira. ” (Ex 5:9).

 

  • § Deus deixa bem claro que ele deseja formar um povo diferente das características deste mundo.

 

  • § Deus fala de um povo especial. Um povo especial aqui na terra. “Salvai-vos desta geração perversa”. (At 2:40).

 

 

  • § Como é que eu saio do meio de um povo, sem sair fisicamente do meio deles? “Não sois deste mundo”.

 

  • § Jesus orou: “Não peço que os tire do mundo, mas que os livre do maligno”.

 

  • § É quando eu assumo a ideia de influenciar o ambiente onde estou e não deixar ser influenciado.

 

  • § Aquilo que eles adoram, é o que devemos entregar”. “Isso não seria sensato, respondeu Moisés; os sacrifícios que oferecemos ao Senhor, são um sacrilégio (sagrado) para os egípcios”. (8:26).

 

  • § Tudo aquilo que o mundo adora, que tem como ídolo, é justamente o que eu devo entregar a Deus.

 

 

2ª Proposta:  Não vá muito longe. (8:28).

 

  • § Satanás não quer que você se envolva demais com as coisas de Deus.

 

  • § A proposta de Deus era que o povo saísse totalmente.  “É certo que vos expulsará completamente, ou totalmente). (Ex 11:1).

 

  • § Se Jesus não ocupa o primeiro lugar no nosso coração, dificilmente ele poderá fazer alguma coisa em nós. Jesus não pode ser mais um na lista de santos para orar.

 

  • § Servir a Deus na divisa do Egito é tão perigoso quanto permanecer no Egito.  A experiência de Ló, que escolheu viver ao lado de Sodoma.

 

  • § Quando Jesus disse: “Quem não renuncia a tudo quanto tem, não pode ser meu discípulo, ” (Lc 14). Jesus estava falando na questão de prioridade. Essa prioridade traz uma disposição de ir longe com ele.

 

  • § Deus te chama para que você seja servo. Não há como servi-lo sem se dedicar a ele.

 

 

  3ª Proposta: Não precisa ir toda a família. (10:8,10).

  • § Jovens pensam em diversão e na igreja não existe espaço para diversão.

 

  • § Satanás tem investido na vida das crianças e dos jovens, controlando a mente deles, com coisas voltadas para o cotidiano.

 

  • § “Lembra-te do teu Criador (enquanto você ainda é jovem), antes que venham os dias maus e cheguem os anos em que você dirá: – não tenho mais prazer na vida”. (Ec 12:1).

 

  • § Faraó tinha medo que os homens saíssem, se organizassem em exército e voltassem para atacar o Egito. Os filhos e mulheres seriam como escudos para evitar um ataque.

 

  • § Se ficasse alguém da família, eles não atacariam suas próprias famílias.

 

  • § Se alguém da família ficar, você não vai precisar se desligar totalmente da tradição. Suas ideias, conceitos, ainda vão estar interligados.

 

  • § Vamos permanecer juntos sim, mas que de alguma forma possamos influenciar nossos familiares para que eles também conheçam a palavra como estamos conhecendo.

 

 

 

4ª Proposta: Sirvam a Deus, mas não com os bens. (10:24).

  • § Ídolos no coração.  Satanás sabe que a gente adora a quem a gente serve. A proposta é sair para servir.

 

“Aonde estiver as suas riquezas (tesouro), o ali estará o coração de vocês”. (Mt 6:21).  “Não há como servir a Deus e às riquezas”. (Mt 6:24).

 

  • § Falar de bens, hoje, não se refere apenas ao dinheiro. É tudo aquilo que se revela como valor na nossa vida.

 

  • § Pode ser o tempo, o lazer, trabalho e até família… Jesus disse quem não renunciar tudo o que tem não pode ser meu discípulo.  “A salvação é gratuita, mas o discipulado custa tudo”.

 

  • § Deus só pode atuar na nossa vida quando ele pode encontrar prioridade no coração.

“A posse completa só se experimenta por meio da doação. Tudo o que somos incapazes de doar, nos possui.”. “Nem uma unha ficará”.9:26).

 

  • § Se Deus tem que competir com nossas paixões é porque ainda estamos abrigando ídolos no nosso coração.

 

  • § Vai e leva tudo o que tem: Família, bens, trabalho, diversão…tudo.

 

Servir a Deus sem sacrifício.  Ovelhas eram necessárias para o sacrifício. Sacrifício   de ovelhas representava a entrega de Jesus.

 

  • § Não existe sacrifício verdadeiro sem entrega de vida. Se uma pessoa não consegue entregar os bens, como vai entregar a própria vida?

 

CONCLUSÃO – Ir totalmente, completamente (Ex 11;1). 

 

  • § O desejo de Deus é que nós sejamos totalmente livres.

 

  • § Quando é que a proposta de Deus vai se cumprir em nossa vida?

 

  • § Quando cumprirmos todas essas etapas:

 

  • § Sair do lugar onde estamos.
  • § Não ter medo de ir longe em Deus.
  • § Não permitir que a família impeça cumprir a ordem de Deus.
  • § Declarar que tudo o que temos e o que somos…também pertence a Ele.:
  • § Compreender o valor do sacrifício de Jesus. O preço do seu resgate.

 

  • § A última praga sobre o Egito foi a morte dos primogênitos.  “Depois desta praga, ele os deixará sair”. (11:1).

 

  • § Não são os sinais que convencem a satanás a nos libertar, é o sangue do primogênito.

 

  • § Primogênito era uma figura de Jesus. Alguém inocente teria que morrer pela nação toda.

 

  • § O sangue do Cordeiro teria que ser aplicado nos umbrais da casa. A Presença, o valor do sangue precisa ser reconhecido em nós.

 

  • § Quando chega a esse ponto, o próprio inimigo nos expulsa da sua presença.

 

  • § Enquanto estamos nas primeiras fases ainda de libertação, onde quase tudo ainda depende da nossa força e disposição, o diabo faz uma resistência muito forte, e as vezes ele vence.

 

  • § Mas quando o diabo de depara com o sangue de Jesus, ele perde todas as suas forças.

 

  • § “Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo e ele fugirá de vós’. (Tg 4:7).

 

  • § Em todas as decisões que você precisa tomar nessa caminhada de fé:

 

  • § Um Egito que precisa ser deixado.
  • § Um deserto que precisa ser atravessado.

Uma Canaã que precisa ser conquistada….